Notícias

18/11/2022

Representantes do CRCRJ e RFB debatem ações conjuntas entre as entidades durante reunião

As ações entre o Conselho Regional de Contabilidade do Rio de Janeiro (CRCRJ) e a Receita Federal foram pautas durante reunião que aconteceu na quinta-feira (17/11). O vice-presidente do CRCRJ, Rafael Machado, o vice-presidente de Desenvolvimento Profissional do CRCRJ, Paulo Henrique Pêgas, o subsecretário de Arrecadação, Cadastros e Atendimento da Receita Federal, Frederico Faber, e o superintendente da Receita Federal na 7ª Região Fiscal, Flávio José Passos Coelho, estiveram presentes representando as entidades.

Durante o encontro, foram apresentadas as inovações que vêm sendo construídas com as instituições e melhorias na intermediação entre contribuinte, profissional da contabilidade e Receita Federal. Entre os avanços discutidos, o atendimento às demandas que chegam pela ouvidoria do CRCRJ e são conduzidas pelo apoio técnico especializado da RFB.

“O Conselho representa 54 mil profissionais e 11 mil empresas contábeis, responsáveis pelo assessoramento de pessoas físicas e 100% dos negócios e organizações estabelecidas no estado do Rio de Janeiro. Por tanto, a importância de proporcionar que o ambiente do empreendedorismo estadual seja favorável, depende, principalmente, do bom funcionamento dos órgãos públicos para que nossa classe exerça seu trabalho de forma transparente e assertiva”, declara o vice-presidente do CRCRJ, Rafael Machado.

Como parte das melhorias, também foi apresentado o projeto de lei 2279/2022 que possibilita o cadastro compulsório do responsável técnico contábil na base de dados da RFB e apoia a otimização dos trabalhos de fiscalização pelo ente público. Tal medida impede que informações de contribuintes sejam apuradas por profissionais inabilitados e leigos, além de impactar positivamente no planejamento de ações de fiscalização da RFB.

“Entre os projetos com objetivo de melhorar o trabalho e serviços da RFB está a reformulação do ECAC, que terá uma linguagem mais clara e simples, diminuindo o excesso de abertura de processos digitais que são necessários hoje em serviços diários da Receita”, comenta o subsecretário de Arrecadação, Cadastros e Atendimento da Receita Federal, Frederico Faber.

Outras ações previstas em prol da melhoria e integração entre as entidades também foram discutidas. Entre elas, a implementação do Ponto de Atendimento Virtual (PAV) em municípios do estado do Rio, com o apoio do CRCRJ, e a disponibilização de vídeos tutoriais orientando o acesso aos serviços oferecidos dentro do portal e-CAC.